19.5.08

despejados

depois de faltar a àgua na sexta feira, o corte de electricidade acabou com a papa doce. Até se regularizar a situação, somos 3 desalojados...
A casa sente a nossa falta.

febre de sexta à noite

sexta andaram por cá mortos vivos até à beira das 5 da manhã.
Depois de um jantar romântico a 3, acompanhados de cervejinhas e outras coisas boas, os 3 mais mortos que vivos sobreviveram à primeira noitada passada na casa do terror.
Txintxin, à primeira de muitas (eu cá só alinho pela parte das cervejinhas....).

13.5.08

volta Pantónio tás Aperdoado!

o Dr. Pantónio foi de ferias e levou a net com ele. Assim, a casa do terror está temporáriamente entregue aos espíritos, porque alminha viva nenhuma lá se encontra.
Cá para nós, e alimentando os delírios do dótôr, levou a net para não haver condições de trabalho e afastar as duas almas exploradoras de caves.
espertalhão!

sexta feira cá nos encontramos de novo na já famosa caaasaa doo terrrroooooooooorrrrrr.................

MUAHAHAHAHAHAHA!!!!

adeus

E foi assim que Pantónio se meteu à estrada sem que ninguém algo fizesse para o impedir.
Nos próximos dias não vão ouvir notícias dele daqui da casa do terror.

10.5.08

O plano de Pantónio

Os dias foram passando na Casa do Terror. Pantónio, CMYKromo e RGBrasa (ou Maria, como se chamava antes de se transformar numa morta-viva) foram se habituando à sua nova condição de zombies.

A euforia inicial dos nossos heróis por estarem novamente "vivos" foi desaparecendo e o quotidiano encheu de paz e harmonia aquela casa. Tudo estava normal e tranquilo: ruídos de passos vindos da cave, portões que se abriam sozinhos, vultos que surgiam nas janelas, enfim... esse conjunto de coisas que é suposto acontecer numa casa assombrada.

Mas na realidade, Pantónio ainda não estava adaptado àquela casa e desconfiava que havia algo mais entre CMYKromo e RGBrasa do que um simples pacto de sangue para toda a eternidade. Não era normal os dois perderem horas e horas em explorações dos locais mais românticos daquela casa como a cave bafienta, o elevador abandonado, ou até mesmo os destroços do telhado no primeiro andar.

Foi então que Pantónio descobriu umas antigas inscrições no WC que falavam da existência de uma terra distante onde não era necessário trabalhar para viver, onde todos os dias era festa, onde abundavam as zombies fémeas solteiras e disponíveis.

E assim, sob o pretexto de ir apoiar a organização de um conhecido festival de publicidade para mortos-vivos, Pantónio comunicou aos seus companheiros que se ía ausentar de casa por uns tempos. Mas a verdade é que todos os dias, quando o sol já brilhava alto no céu e todos já dormiam profundamente, Pantónio começou a arquitectar o seu plano de fuga.

No entanto, mal ele sabia que os poderes telepáticos da maléfica RGBrasa lhe sondavam toda a sua mente, violando-o em toda a a sua intimidade e trazendo à superfície todos os seus segredos mais profundos e desejos mais obscuros.


7.5.08

boysband


a casa do terror também tem banda sonora. Apresento o trio Pantónio, CMYKromo e Einstein em pose de boysband a fingir que trabalham.

6.5.08

Episódio 2: eles acham....


que por me chamar maria e por andar de farda, sou empregada deles.... mas o que eles não sabem é que sou a maria,


the maid from hell!!!
WOAHAHAHAHAHAHAAHAHAHA!!!!!!!!!!!!!!!!!

não, agora a sério.
"maria abre a porta"?
"maria fecha a janela"?
"maria faz um café"?

nah. vamos ter chatice. e só cá estamos há 1 dia...........